Saldo positivo: desempenho comercial da Huawei permanece forte em 2018

Avanços no 5G, números recordes em smartphones e o lançamento de um portfólio de inteligência artificial completo sustentam o crescimento da empresa

2019.01.03

SÃO PAULO, 2 de janeiro de 2019 – Apesar dos diferentes acontecimentos que enfrentou durante o ano de 2018, o balanço final para a Huawei é positivo: a empresa alcançou 26 contratos comerciais de 5G com as principais operadoras do mundo. Além disso, mais de 160 cidades e 211 empresas, que pertencem à lista da Fortune Global 500, são hoje parceiras estratégicos da Huawei para apoiar a transformação digital no mundo.

A liberação de mais de 200 milhões de smartphones durante o ano, os avanços notáveis ​​no negócio de computadores e do ecossistema da internet das coisas, bem como o lançamento do portfólio de serviços de inteligência artificial para todos os cenários, também reforçam o panorama previsto para que a receita de vendas da empresa em 2018 alcance US$ 108,5 bilhões – o que representa um aumento de 21% em relação a 2017.

Por meio de uma mensagem de final do ano destinada a funcionários da empresa, Guo Ping, Presidente Rotativo da Huawei, reconheceu que o desempenho comercial da empresa permanece forte. O executivo também observou que, em 2019, a Huawei se concentrará em negócios estratégicos e oportunidades de crescimento para construir uma estrutura corporativa mais resiliente. "A aprovação e a confiança que recebemos de nossos clientes é nossa melhor resposta às conjeturas negativas e restrições de mercado. Por isso, gostaria de agradecer à eles e aos nossos parceiros por sua confiança e apoio", ressaltou Ping.

Como parte da estratégia de crescimento para 2019, o Presidente Rotativo assegurou que a Huawei continuará a otimizar o portfólio de investimentos em produtos para fortalecer sua liderança estratégica de ponta a ponta. "Se pudermos desenvolver a arquitetura de rede mais simples possível, garantir o mais alto nível de segurança cibernética e proteção de privacidade, produzir os melhores produtos e fornecer os melhores serviços, nenhum mercado poderá nos manter longe. A Huawei nunca representou e nunca representará uma ameaça à segurança", reforçou.

Em sua mensagem, o executivo também se comprometeu em manter a Huawei nos mais altos padrões, colocando a segurança cibernética e a proteção da privacidade no topo da agenda. Além disso, a empresa planeja melhorar sistematicamente as capacidades de engenharia de software nos próximos cinco anos com objetivo de gerar maior confiança e alta qualidade em cada um dos produtos que compõem seu portfólio de serviços e soluções.

Ping também enfatizou que a Huawei intensificará os esforços para fortalecer a presença global e realizar contribuições tangíveis para as comunidades locais, além de trabalhar para garantir oportunidades de competição justa. "A transformação digital está em pleno desenvolvimento e estamos à beira de um mundo inteligente. Os consumidores estão procurando ativamente tecnologias e serviços digitais mais avançados e confiáveis. Ser digital e inteligente será um processo longo, por isso devemos continuar a inovar e oferecer resultados de ponta", afirmou.