Huawei apresenta soluções 5G para construir um mundo inteligente e conectado

Destaque para demonstração de banda larga doméstica 5G, novos contratos comerciais e entrega de estações rádio base

2018.11.22

22 de novembro de 2018 – No 9º Fórum Global de Banda Larga Móvel, com o tema “5G: Inspirando o Futuro”, realizado em Londres esta semana, a Huawei foi destaque ao anunciar a entrega das primeiras 10.000 estações rádio base 5G, a assinatura de novos contratos comerciais, bem como uma demonstração de banda larga doméstica de 5G. O evento contou com a presença de mais de 2.200 líderes e analistas de operadoras de telecomunicações móveis, verticais da indústria e organizações que estabelecem padrões em todo o mundo. 

"O 5G dará início a uma revolução tecnológica", diz Ken Hu, Chairman da Huawei. "Ele tornará robusta todas as tecnologias de TIC e desencadeará mudanças radicais nos negócios. Haverá novas oportunidades como nunca imaginamos antes”, afirmou.

O executivo também incentivou os parceiros do setor a adotar uma nova mentalidade ao definir novos dispositivos, desenvolver novos aplicativos e fazer novos avanços na experiência que, segundo ele, é fundamental para maximizar o valor de 5G. "Acreditamos que 5G dará uma contribuição importante e duradoura para a sociedade. Na Huawei, estamos trabalhando com afinco para tornar as redes 5G mais robustas, mais simples, mais inteligentes e mais seguras", completou. 

Durante o evento, o executivo também elencou as cincos mudanças fundamentais que o 5G trará:

1. O 5G transformará a conectividade em uma plataforma. Com o 5G, as redes de acesso sem fio vão além do tradicional, proporcionando conectividade ilimitada e onipresente para todas as pessoas e todas as coisas.
2. Tudo ficará online. No momento, a maioria das coisas está offline por padrão e a maioria dos dispositivos eletrônicos não está conectada. Com o 5G, estar online e conectado se tornará o padrão para tudo.
3. O mundo todo usará a computação em nuvem. Sobrecarregado com 5G, a nuvem fornecerá poder de computação massivo com velocidades instantâneas de transferência e atraso próximo a zero. Isso disponibilizará inteligência sob demanda para todos, em todos os lugares. Novos modelos de negócios como o Cloud X, onde os dispositivos são impulsionados por recursos inesgotáveis baseados em nuvem, começarão a surgir.
4. Dispositivos serão redefinidos. Com suporte de Inteligência Artificial nos dispositivos, rede e nuvem, eles passaram de plug and play para plug and think. Eles entenderão melhor os usuários - capazes de prever ativamente nossas necessidades, não apenas responder passivamente a comandos - e interagir conosco de maneiras mais naturais.
5. A experiência fluirá sem problemas. Com as redes existentes, nossa experiência online é fragmentada de um cenário para outro. Quando tudo estiver online e baseado na nuvem, a experiência e o conteúdo fluirão perfeitamente através do tempo, espaço e dispositivos para uma experiência verdadeiramente holística em todos os cenários.

Funcionalidade de banda larga 5G Residencial
A Huawei e a Three UK fizeram uma demonstração de banda larga 5G doméstica usando o espectro de Banda C de 100 MHz da Three UK, tornando realidade a capacidade de transformação dos serviços 5G. A demonstração aproveita os mais recentes roteadores domésticos de banda larga da Huawei - os primeiros terminais comerciais 5G do mundo - para permitir que os participantes do evento experimentem serviços de banda larga de 5G de altíssima velocidade, como jogos na nuvem e transmissão de vídeo 4K.

Espera-se que o serviço forneça uma velocidade máxima de download de 2 Gbps, com uma média de 1 Gbps para um único usuário. Isso segue os testes bem-sucedidos da rede pré-comercial que a Huawei e a Three realizaram no início deste ano. A Huawei continuará a trabalhar com a Three para realizar mais testes de serviços 5G no Reino Unido, que deverão ser lançados ao público em áreas urbanas densamente povoadas e estações de trem, abrindo caminho para o uso comercial total de redes 5G em 2019.

Soluções para família 5G LampSite
A Huawei também lançou durante o evento suas soluções 5G LampSite Family, voltadas para todos os ambientes internos. Desenvolvidas usando a arquitetura DIS, as soluções 5G LampSite Family podem auxiliar as operadoras a construir redes internas de 5G com experiência de usuário ultrarrápida, fácil gerenciamento e implantação rápida.

O 5G proporcionará às redes internas uma posição de destaque dentro da indústria. Com o 5G, mais de 70% dos serviços serão fornecidos em ambientes fechados. O vídeo panorâmico HD, VR, jogos em nuvem e o cloud PC serão executados predominantemente em ambientes internos. As previsões mostram que 70% do tráfego de dados será gerado em ambientes internos em 5G. No estágio inicial do 5G, espera-se que os serviços de eMobile Broad Band forneçam ajuda considerável na atualização da experiência do usuário. Isso continuará a estimular o impulso do tráfego interno. A Medicina inteligente sem fio, a fabricação inteligente e o posicionamento e navegação em ambientes internos exigem um forte suporte das robustas redes internas de 5G.

Novos Contratos Comerciais
O Diretor Executivo e Presidente do Grupo de Negócios de Operadoras da Huawei, Ryan Ding anunciou que a empresa assinou 22 contratos comerciais para 5G. O executivo enfatizou durante seu discurso que os contratos são um reflexo do forte reconhecimento dos clientes das principais funcionalidades fim a fim do 5G da Huawei e seus produtos e soluções inovadoras.

Durante o evento, Ding observou que o 5G está inaugurando uma nova era para as TICs e tem o potencial de aumentar em dez vezes as capacidades de conexão. O 5G trará oportunidades sem precedentes para a indústria móvel. A versão 15 - as primeiras especificações 5G - foca em banda larga móvel aprimorada (eMBB) e encorajará usuários individuais a consumir mais dados, porque eles podem fazer mais com suas conexões. O 5G fornecerá maior largura de banda para as residências e fará das conexões Wireless To The Home (WTTx) a primeira escolha para banda larga. Ele também permitirá novos recursos, incluindo conexões massivas, velocidades super-rápidas e latência ultrabaixa que remodelarão os modelos de negócios e criarão um enorme valor comercial para as operadoras.